Tag: AÚ MiDi – 3º Seminário de Mídias Digitais

CONFIRA FOTOS DO AÚ MIDI – 3º SEMINÁRIO DE MÍDIAS DIGITAIS

Fotos: Paula Carrubba

O AÚ MiDi – 3º Seminário de Mídias Digitais foi realizado em 10 e 11 de novembro no Campus Taguatinga da Universidade Católica de Brasília (UCB):



Confira entrevista com Watson Odilon sobre o AÚ MiDi – 3º Seminário de Mídias Digitais

Parte da programação de atividades formativas do 12º Festival Taguatinga de Cinema, o AÚ MiDi – 3º Seminário de Mídias Digitais será realizado em 10 e 11 de novembro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, na Faculdade de Comunicação (Bloco M) do Campus Taguatinga da Universidade Católica de Brasília (UCB) e oferecerá ao público palestras e oficinas gratuitas. As inscrições podem ser feitas no site do seminário. Na entrevista a seguir, o coordenador do seminário, Watson Odilon, comenta a programação.

Como e por que se deu a transformação do evento, antes focado em TV Digital, para Mídias Digitais?
Achamos que deveríamos expandir o evento para todas as outras mídias digitais e não só ficar com a TV Digital, porque a comunicação hoje está por todas as partes e dispositivos. Não estamos desmerecendo e nem desqualificando a importância da TV Digital, mas tentando apresentar outras possibilidades para as pessoas que vêm nos prestigiar. Desta vez tentamos trazer o que temos de mais atual sobre TV Digital, games, cognição e BitCoin, que todos os dias passam a ser realidade na vida de muitas pessoas.

Para quem não conhece, o que é o Ginga e como ele pode impactar, positivamente, a vida das pessoas?
Ginga é o nome do Middleware de Interatividade da TV Digital, mas o que significa Middleware? É uma camada que faz a comunicação entre o hardware (no caso, os televisores e seus sistemas operacionais) e software (aplicações interativas), que independente da marca e do sistema operacional do seu televisor, a aplicação interativa irá funcionar.

Sabemos que a televisão está presente em mais de 93% dos domicílios brasileiros, um alcance muito maior que a internet – ainda abaixo dos 55%. É aí que o Ginga pode impactar positivamente na vida das pessoas. Com o Ginga podemos desenvolver aplicações interativas onde podemos disponibilizar qualquer tipo de informação sem a necessidade de termos internet ou uma TV conectada. Como exemplo posso citar o Projeto Brasil 4D, que inclusive foi vencedor de vários prêmios internacionais.

No Brasil 4D que rodou aqui no Distrito Federal era possível ver as vagas de emprego que estavam disponíveis para aquele dia, acompanhar a Carreta da Mulher, saber informações sobre a Lei Maria da Penha, informações bancárias do Banco do Brasil, Caixa, entre outras coisas, e todas as informações eram atualizadas diariamente. Imagina uma pessoa que está desempregada conseguir buscar emprego pela TV sem a necessidade de gastar dinheiro com ônibus!

O que você pode adiantar sobre as palestras?
Como passamos recentemente pelo processo de desligamento da TV analógica aqui no DF, tivemos algumas experiências que podem servir como norte para os outros estados que ainda vão passar por isso. Vamos apresentar informações sobre o desligamento e quais adaptações ou mudanças os telespectadores tiveram que fazer para conseguir utilizar a TV Digital. Teremos a apresentação do Brasil 4D e a questão da interatividade na TV Digital. Ainda teremos um Roadmap da evolução do Ginga nos últimos anos e também será apresentada uma palestra sobre os 10 milhões de conversores que foram distribuídos para as famílias do Bolsa Família e do Cadastro Único.

Teremos uma palestra sobre computação cognitiva nas mídias digitais, conceitos e aplicações da Blockchain, que é o novo protocolo de confiança ou de criptografia que, a cada dia que passa, vem sendo mais utilizado pelas pequenas, médias e grandes organizações pelo fato de necessitar de terceiros para garantir a integridade do documento. A Blockchain é vista como a principal inovação tecnológica do bitcoin, visto que é a prova de todas as transações na rede.

Vamos ter uma apresentação sobre jogos independentes onde serão abordados a evolução do mercado que vem crescendo muito no Brasil e em Brasília. E seguindo nos game, teremos a exposição de alguns jogos independentes e um mini BRING – Mostra de Indie Games, que conta com o apoio da Behold Studios.

Sem dúvidas teremos ótimas apresentações e será também uma boa oportunidade para trocar experiências!

 



↑ Voltar Topo ↑